UMA SEXTA FEIRA QUE PODE SER, A MAIS NEGRA DA HISTORIA DO BRASIL, MESMO NÃO SENDO DIA 13.

E-mail Imprimir

59203 672146542879495 2226023309636723400 n

UMA SEXTA FEIRA QUE PODE SER, A MAIS NEGRA DA HISTORIA DO BRASIL, MESMO NÃO SENDO DIA 13.

FRANCO DA ROCHA NEWS, 03 DE JULHO DE 2014 – 22H54

COLUNA ACONTECE AGORA – WWW.francodarochanews.jex.com.br

UMA SEXTA FEIRA QUE PODE SER, A MAIS NEGRA DA HISTORIA DO BRASIL, MESMO NÃO SENDO DIA 13.

 

Pelo futebol que a Seleção Brasileira vem jogando, pelo amontoado de jogadores que o técnico Felipão coloca em campo, um batendo a cabeça contra o outro, tudo sinaliza que, a Seleção Brasileira amanhã se despede da Copa do Mundo 2014.

Não sou pessimista, ao contrario, o otimismo faz parte de minha vida, mas não cabe o otimismo quando se trata de atos claros de falsidade, que se percebe de longe, numa tentativa de engodar a opinião publica de todos os brasileiros. 

 

O futebol vem sendo usado, pelo Governo de Dilma Rousseff – isto diz ela – SEMPRE TEM FALADO “O MEU GOVERNO” rejeita admitir se está lá, foi por motivo de ser filiada à um Partido Político, que trabalhou para que ela ascendesse a posição de Comandante Máxima da Nação Brasileira.

Ela vem subordinando a si, a chamada grande imprensa, com a distribuição, como nunca se viu, de verbas publicitárias, principalmente para a Rede Globo de Televisão, que tem a exclusividade de transmissão da Copa do Mundo.

Dilma Rousseff, por meio de jogadas de bastidores, joga, para que não apareça, a real situação do Brasil, perante a Organização das Nações Unidas, por meio da OIT – Organização Internacional do Trabalho, e sua Convenção 169, onde o Brasil perde, mais de 50% de seu território, para as nações indignas, e pode, a partir de 24 de Julho de 2014, ocorrer uma intervenção da ONU, com Tropas Internacionais, para que seja cumprida a resolução, pois o Brasil a consignou para si, por Decretos do Executivo, bem como outras 16 Republiquetas, tais como, Venezuela, Bolívia, Cuba, Peru, Colômbia, Equador entre outras, . se tornaram signatária da Convenção 169 da OIT.

Nem a ONU e a sua Agência OIT, tem a ver com o problema, apenas cumprirão o que foi acordado, assinado, decretado pelo Governo Brasileiro, junto com a Conivência, do Congresso Nacional, Câmara e Senado.

Para entender melhor a questão. José Sarney, Fernando Henrique Cardoso, Itamar Franco, Fernando Collor de Mello, Luiz Inácio Lula da Silva; o Diplomata Celso Amorim e a Presidente Dilma, que ficou com o rojão nas mãos, prevaricaram no exercício de suas funções, e praticamente não mediram as conseqüências, do que poderia acontecer se aplicada, a Convenção 169 da OIT.

Desde 1989 quando foi promulgada, deixaram correr solta, não cumpriram prazos, e hoje a situação está no pé que está.

A Copa do Mundo, vem sendo usada, para empanar esta realidade, e é tanto que, não se vê, noticia alguma sobre o fato. O que Ban Kin Moon veio fazer no Brasil, não foi passado para o povo em geral. Notava-se o real incomodo de Dilma ao lado dele. Com certeza, veio verificar como estava o processo de dividir o Brasil em mais de 216 Províncias, e a demarcação das terras inigenas deixa de existir, pois tornar-se-ão Nação Independente dentro do Brasil. O Paraguai já entregou as terras dos índios, a Bolívia sem problemas, pois é o índio que governa, o Uruguai vai pelo mesmo caminho, Peru, Colômbia, Equador e Venezuela também.

A chamada grande imprensa, numa manipulação sem par, vem desviando a atenção plantando em seus noticiários, que depois da Copa, vem as eleições. Ninguem, não há Jornal, Televisão e Rádio, que anunciem a data de 24 de Julho de 2014, crucial para a divisão do Brasil, se Dilma Rousseff não rejeitar por Decreto do Executivo, a ONU- OIT intervirá.

Mas há um complicador para Dilma Rousseff. Revogando ou não, enfrentará sérios problemas, que redundarão em uma guerra de índios contra brancos.. Se ela, revogar, os índios sairão das reservas a que estão confinados, e no arco e flecha, implantarão, os seus Estados nos moldes da OIT 169, isto deixando, um rastro de mortes de brancos, posseiros, chamados ruralistas e que estão em Terras indígenas. 50% do Território Brasileiro, deixará de pertencer ao Brasil, e passarão a ser Estados Independentes Indígenas.

Se, Dilma aceitar a Convenção, terão os ruralista contra si e contra os indígenas, que não aceitarão a decisão, haja vista, que muitos estão por lá, há mais de cinqüenta anos, seus filhos nasceram ali,, e cobram os seus direitos sobre a terra, da mesma forma que os índios cobravam a demarcação, e a OIT 169, veio a calhar, veio a ser solução para aquilo que os governantes e legisladores, foram incapaz de realizar.

Se acontecer, a desgraça de a seleção Brasileira ser desclassificada para as semi finais da Copa, não cheira nada de bom o que pode acontecer. O ranço quanto aos gastos com a Copa, ainda efervesce no seio da população. Já estão questionando o grande elefante branco levantado no Amazonas, para um jogo somente da Copa. Outro elefante branco no meio dos jacarés do Pantanal.

Quem assistiu ontem, a reportagem do Roberto Cabrine no SBT, com o Black Bocks, aperceberam bem, a gravidade da situação nas ruas, se o Brasil não ganhar esta Copa, e principalmente se a Colômbia amanhã se classificar, e a seleção brasileira, findar a sua participação.

A Colômbia nada tem a perder. Chegou ao estagio mais alto em sua historia futebolística. Tem um futebol mais técnico que do Brasil, amor a camisa, e amanhã, entram para uma guerra, e os jogadores da seleção brasileira, que já estão sob a custódia de uma psicóloga, se sofrerem o gol primeiro, vão se perder em campo.

O interessante, que há quinze dias, venho ouvindo a voz do Brasil, um programa muito chato, mas que, a esta altura dos acontecimentos, era preciso saber, se o Senado e a Câmara, em algum momento, aventaram em plenário a OIT 169. Perdi o meu tempo. O péssimo jornalismo de sempre, o jogar de flores um contra o outro. Não. Não foi citado.

Se para a Seleção Brasileira, a Copa do Mundo encerrar-se amanhã, somente Deus pode ajudar, para que, 04 de Julho de 2013, há 23 dias do prazo final da OIT 169, para que o pior não aconteça. 

O governo não levou a sério o movimento de Junho do ano passado. Devagar foram ajustando os preços das passagens, a inflação na periferia é absurda, onde uma cesta básica, não sai por menos de 350 reais, é cruel. Os índices são manipulados. A população está ficando inquieta, pois o seu salário está completamente corroído. Quando acabar, o ópio da Copa, vão cair na real, e com o complicador da OIT 169, desconfio, estamos a beira de uma convulsão social, jamais vista no Brasil. Lamentável.

DA REDAÇÃO DO FRANCO DA ROCHA NEWS

EDIÇÃO:

JORNALISTA DR. JOSÉ CARLOS PEREIRA

CIENTISTA POLITICO

ACADEMIA BRASILEIRA DE CIÊNCIAS POLITICAS - CADEIRA 9

ALTO COMISSARIO DIREITOS HUMANOS

WORLD PARLAMENT OF SECURITY AND PEACE

Você esta em: WORLD BUREAU OF INTELLIGENCY UMA SEXTA FEIRA QUE PODE SER, A MAIS NEGRA DA HISTORIA DO BRASIL, MESMO NÃO SENDO DIA 13.