Uma gangue violenta de pistoleiros, que está aterrorizando uma comunidade de índios Guarani

Sex, 20 de Junho de 2014 19:25 Acessos: 14649
Imprimir

TIRO

COLUNA ACONTECE AGORA - www.francodarochanews.jex.com.br
Vídeo revelador – pistoleiros aterrorizam Guarani 16 abril 2014
Um novo vídeo mostra pistoleiros disparando tiros contra índios Guarani.
© Aty Guasu

Uma gangue violenta de pistoleiros, que está aterrorizando uma comunidade de índios Guarani que voltou para sua terra ancestral, foi gravada em vídeo. Acredita-se que a gangue é contratada por um fazendeiro que está ocupando as terras dos Guarani, que foram roubadas deles na década de 1970, e as florestas destruídas para fazendas.

Segunda-feira passada um dos membros da comunidade de Pyelito Kuê conseguiu filmar os pistoleiros dirigindo próximo a sua aldeia e disparando tiros contra eles em plena luz do dia.

Nesta semana do Dia do Índio (19 de abril), a Survival está divulgando este vídeo chocante. Veja o vídeo aqui.

<iframe width="700" height="394" src="//www.youtube.com/embed/CqC_huJs_FY" frameborder="0" allowfullscreen></iframe>

No mês passado, os Guarani de Pyelito Kuê retomaram uma pequena parte de sua terra ancestral, forçando o fazendeiro que tinha tomado as suas terras e bloqueado suas casas a sair. Mas desde que reocuparam sua terra, pistoleiros continuam a ameaçá-los, cercando os índios, disparando tiros, e impedindo a entrada de assistência médica. No ataque mais recente, uma mulher foi ferida e muitos outros foram obrigados a fugir.

A polícia brasileira recentemente fechou a Gaspem, uma empresa de segurança notória, acusada de ter matado pelo menos dois líderes Guarani, e brutalmente atacado mais centenas. Outras empresas que prestam serviços semelhantes de ‘segurança’ para os fazendeiros permanecem ativas, e uns políticos da poderosa bancada ruralista anti-indígena do Brasil têm encorajado os fazendeiros a expulsar os índios de suas terras.

Os Guarani disseram, ‘Será que nós mesmos vamos ter que tomar a decisão de nos defender com mais força? Será que precisaremos matar ou morrer para que olhem, respeitem e garantam os nossos direitos? Não aguentamos mais tanto sofrimento.’

Muitos fazendeiros empregam seguranças privados para intimidar e despejar comunidades Guarani de sua terra ancestral.
Muitos fazendeiros empregam seguranças privados para intimidar e despejar comunidades Guarani de sua terra ancestral.
© Gaspem

Nixiwaka Yawanawá, um índio Yawanawá do Brasil, disse, ‘É chocante ver os riscos que os meus irmãos Guarani estão enfrentando todos os dias. Eles têm o direito de viver em suas terras em paz. Precisamos do apoio de todos para que possamos parar estes fazendeiros e para pressionar o governo a finalmente proteger as terras dos Guarani.’

Milhares de índios em todo o Brasil estão protestando contra uma proposta de emenda constitucional que daria ao Congresso – fortemente influenciada pela bancada ruralista anti-indígena – mais influência na demarcação de terras indígenas. ONGs brasileiras, incluindo organizações indígenas, publicaram uma carta a semana passada instando que o governo não altere o sistema de demarcação mas que se concentre em demarcar e proteger terras indígenas, conforme previsto na Constituição.

O diretor da Survival International, Stephen Corry, disse hoje: ’Este vídeo apresenta um breve vislumbre do que os Guarani têm que suportar mês após mês – assédio, intimidação e, às vezes, assassinato, apenas por tentar viver em paz em pequenas pedaços da terra ancestral que foi roubada deles . É demais esperar que as autoridades brasileiras, tendo em conta os bilhões que estão gastando na Copa do Mundo, resolvam este problema de uma vez por todas, ao invés de deixar que essa miséria dos índios continue? ’

Nota para editores:

- Survival lançou uma nova campanha chamada ‘O lado sombrio do Brasil’, para mostrar a perseguição dos Guarani e de outras tribos, nas vésperas da Copa Mundial da FIFA.
COM CONTEUDO SUVIRVAL INTERNACIONAL
http://www.survivalinternational.org/ultimas-noticias/10180
DA REDAÇÃO DO FRANCO DA ROCHA NEWS
EDIÇÃO:
JORNALISTA DR. JOSÉ CARLOS PEREIRA
ALTO COMISSARIO DIREITOS HUMANOS
WORLD PARLAMENT OF SECURITY AND PEACE

Última atualização em Sáb, 28 de Junho de 2014 21:37