A Falência do Comunismo na União Soviética e a Geopolítica na América Latina .

E-mail Imprimir

AMERICA

A  Falência do Comunismo na União Soviética e a Geopolítica na América Latina .

 

http://ireport.cnn.com/docs/DOC-1227016

 http://ireport.cnn.com/docs/DOC-1227017

 http://ireport.cnn.com/docs/DOC-1227018

 

 

Comunismo foi um regime imposto pela Rússia seguido por outros países no sentido de fazer a guerra fria contra aos Estados Unidos da America, por anos a guerra fria imposta pela propaganda comunista atrás das cortinas de ferro levou ao mundo o terror do comunismo regime que não deu certo ate que em  1991, uma forte tensão foi gerada entre conservadores e reformistas. Com isso Gorbatchov deu autonomia às repúblicas, na tentativa de evitar uma guerra civil. Em setembro de 1991, o parlamento votou na dissolução da URSS, e em dezembro Iéltsin declara a independência da Rússia e a formação da Comunidade de Estados Independentes (CEI). Estava assim extinta a URSS, e no dia 25 de dezembro Gorbatchov renunciou.

Se vê pela própria historia que o Comunismo e um regime falido se voltando tais países a social democracia, hoje Cuba viu que o Comunismo não da mais certo aceitando a proposta de reatar relações diplomáticas com Estados Unidos para modificar a sociedade cubana para o socialismo liberal tendo que modificar toda sua forma de governo e os que tentarem ir contra irão sucumbir no ostracismo, mesmo contra a vontade do povo cubano e a desconfiança dos Irmãos Castro detentores do Poder não há outro caminho senão abrir as portas ao desenvolvimento já que o Brasil deu a Cuba o maior porto do mundo e a America num Golpe de Mestre  de Barack Obama tomou conta do porto com importação e exportações, porto alias estratégico para America Latina.

O Sonho que um Líder Brasileiro tornar a America Latina uma Republica Socialistas da America Latina (RSAL)  esta fadada ao fracasso, incentivado pelo Presidente Putin da Rússia investiram nesta idéia e para consolidar fundaram o BRICS que Putin abocanhou deixando o Brasil nas mãos sem porto sem banco e sem dinheiro.

O Brasil em sua historia sempre foi um pais ligado historicamente a Internacional Socialista, vejamos historicamente no Brasil alguns lideres como Leonel Brizola PDT, Miguel Arraes e Eduardo Campos neto de Miguel Arraes eram Socialistas Liberais dentro outras centenas de político alguns já mortos outros vivos e no Poder.   

O Sonho de tal Republica Socialistas da America Latina acho que ficara no sonho mesmo porque o socialismo capitalista regime no qual vivemos hoje não ira querer de maneira alguma perder sua fatia de poder.

Vejamos um pouco a historia da Rússia:

No começo do século XX, a Rússia passou por uma crise social e econômica. A desigualdade era enorme entre os camponeses e a nobreza (dona de terras). O regime do czar Nicolau II foi seriamente abalado por protestos, em 1915. As lideranças socialistas organizaram os operários em conselhos, os sovietes, nos quais se debatiam decisões políticas.

O czar prometeu reformas; estabeleceria um governo constitucional e convocaria eleições para o parlamento (Duma), responsável de elaborar uma constituição. Os mencheviques e outros partidos deram-se por satisfeitos. Já os bolcheviques – socialistas revolucionários liderados por Lênin, exigiram o fim da monarquia.

O governo procedeu repressão aos focos de revolta interna, prendeu líderes revolucionários e deixou as promessas que havia feito de lado. Em 1917, inicia-se em Petrogrado (atual São Petersburgo) a revolução que resultaria na renuncia do Czar.

Neste momento é instalado o governo provisório com dois poderes o Soviete de Petrogrado e a Duma, controlado pelos mencheviques e sem representantes dos bolcheviques.

Lênin retornou do exílio e reorganizou os bolcheviques que em 25 de outubro, cercaram Petrogrado onde ficava o governo provisório para tomar o poder. O czar Nicolau II foi condenado à morte e juntamente com a família imperial foi fuzilado, em 1918. Daí o então Partido Bolchevique passou a se chamar Partido Comunista.

Assim em 1922 surgi a URSS (União das Repúblicas Socialistas Soviéticas), com a união das seguintes repúblicas; Rússia, Ucrânia, Bielorússia, Transcaucásia e as repúblicas da Ásia Central.

A era de Stálin

Josef Stálin foi nomeado secretário-geral do Partido Comunista em 1922. Muito ambicioso, conseguiu apoio para suceder Lênin. Para tentar converter a Rússia agrícola, numa potencia industrial, Stálin instituiu o primeiro plano qüinqüenal para impulsionar a industrialização. No ano de 1930, ele instalou uma política de terror, executando, deportando e expurgando os opositores. Em 1939, com o avanço das tropas nazistas, Stálin firmou acordo de não-agressão, pois tinha medo de que Hitler pudesse invadir seu país. Em 1942, o exército alemão entrou na URSS e Stálin se uniu aos 25 países aliados para combater as potencias do Eixo. No ano seguinte, as tropas de Hitler foram derrotadas na Batalha de Stalingrado pelos russos. O ditador já havia assegurado à posse de boa parte da Europa, em 1945 no final da Segunda Guerra Mundial.

Muro de Berlim

Tinha 155 km, interrompia 8 linhas de trens urbanos na cidade, quatro metrôs, 193 ruas e avenidas e atravessava 24 km de rios e 30 km de bosques. Sem dúvida foi um dos principais símbolos da denominada Cortina de Ferro. Seu surgimento se deu no auge da Guerra Fria em 1961, sua existência durou quase 28 anos. O muro era símbolo não só da divisão da capital alemã em oriental (comunista) e ocidental (capitalista), mas também da separação do mundo em dois blocos de poder.

A Queda do Muro de Berlim

Houve uma significativa mudança na URSS a qual levou ao aumento das pressões contra o Muro, na década de 80. EM 1989 era muito grande a pressão para o governo socialista facilitar viagens dos alemães orientais. Em conseqüência veio a queda do muro em novembro do mesmo ano. Após o anuncio sobre a queda do muro de Berlim uma multidão se aglomerou nos postos de fronteira, todos queriam participar da derrubada de um símbolo que marcou

durante anos as suas vidas. Junto com o muro também caíram o sistema socialista europeu e a Guerra Fria.

O fim da URSS

Em 1985 Mikhail Gorbatchov assumiu, aos 54 anos, a secretaria do Partido Comunista, chegando ao poder com projetos de reformas democráticas. O líder atraiu os holofotes quando declarou reduzir a censura, moratória nuclear unilateral, retirar tropas do Afeganistão após nove anos de intervenção soviética e líber presos políticos. Para definir sua relação com a sociedade Gorbatchov usou o termo glasnost (transparência) e para definir a necessidade econômica utilizou a Perestroika (reconstrução).

No período que compreende os anos de 1917 a 1990, os soviéticos haviam tido o regime de partido único, o qual controlava a vida de todos os cidadãos. Coma liderança de Gorbatchov, a União Soviética teve uma nova ordem política, com sindicatos livres e pluripartidarismo.

Fonte Historia do Mundo Google.

Vejamos os Partidos Políticos atualmente no Brasil:

PDT - Partido Democrático Trabalhista

Criado em 1981, o PDT resgatou as principais bandeiras defendidas pelo ex-presidente Getúlio Vargas. De tendência nacionalista e social-democrata, esse partido tem como redutos políticos os estados do Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul. Nestas regiões,  tem o apóio de uma significativa base eleitoral popular. A principal figura do PDT foi o ex-governador Leonel Brizola, falecido em 2004. O PDT defende como ideia principal o crescimento do país através do investimento na indústria nacional, portanto é contrário às privatizações.

 

PC do B - Partido Comunista do Brasil

Fundado em 25 de março de 1922, o Partido Comunista do Brasil foi colocado na ilegalidade na época do regime militar (1964 a 1985). Mesmo assim, políticos e partidários do PC do B entraram nas fileiras da luta armada contra os militares. O PC do B voltou a funcionar na legalidade somente em 1985, durante o governo de José Sarney. Este partido defende a implantação do socialismo no Brasil e tem como bandeiras principais a luta pela reforma agrária, distribuição de renda e igualdade social. A principal figura do partido foi o ex-deputado João Amazonas.

 

PR - Partido da República

Criado em 24 de outubro de 2006 com a fusão do PL (Partido Liberal) e PRONA (Partido da Reedificação da Ordem Nacional). O Partido Liberal entrou em funcionamento no ano de 1985, reunindo vários políticos da antiga ARENA e também dissidentes do PFL e do PDS. O partido tem uma proposta de governo que defende o liberalismo econômico com pouca intervenção do estado na economia. Outra importante bandeira dos integrantes do PR é a diminuição das taxas e impostos cobrados pelo governo.

 

DEM - Democratas - Antigo PFL (Partido da Frente Liberal)

O PFL foi registrado em 1984 e contou com a filiação de vários políticos dissidentes do PDS. Apoio e forneceu sustentação política durante os governos de José Sarney, Fernando Collor e Fernando Henrique Cardoso. Atualmente faz oposição ao governo Lula. Suas bases partidárias estão na região Nordeste do Brasil, embora administre atualmente a cidade de São Paulo com o prefeito Gilberto Kassab. Em 28 de março de 2007, passou a chamar Democratas (DEM).

Os partidários defendem uma economia livre de barreiras e a redução de taxas e impostos.

 

PMDB - Partido do Movimento Democrático Brasileiro

Fundado em 1980, reuniu uma grande quantidade de políticos que integravam o MDB na época do governo militar. Identificado pelos eleitores como o principal representante da redemocratização do pais, no início da década de 1980, foi o vencedor em grande parte das eleições ocorridas no período pós regime militar. Chegou ao poder nacional com José Sarney, que tornou-se presidente da república após a morte de Tancredo Neves. Com o sucesso do Plano Cruzado, em 1986, o PMDB conseguiu eleger a grande maioria dos governadores naquelas eleições. Após o fracasso do Plano Cruzado e a morte de seu maior representante, Ulysses Guimarães, o PMDB entrou em declínio. Muitos políticos deixaram a legenda para integrar outras ou fundar novos partidos. A principal legenda fundada pelos dissidentes do PMDB foi o PSDB.

 

PPS - Partido Popular Socialista

Com a queda do muro de Berlim e o fim do socialismo, muitos partidos deixaram a denominação comunista ou socialista de lado. Foi o que aconteceu com o PCB que transformou-se em PPS, em 1992. Além da mudança de nomenclatura, mexeu em suas bases ideológicas, aproximando-se mais da social-democracia. Suas principais figuras políticas da atualidade são o ex-governador do Ceará Ciro Gomes e o senador Roberto Freire.

 

PP - Partido Progressista (ex-PPB)

Criado em 1995 da fusão do PPR (Partido Progressista Reformador) com o PP e PRP. Tem como base políticos do antigo PDS, que surgiu a partir da antiga ARENA. O PPB defende ideias amplamente baseadas no capitalismo e na economia de mercado. Seus principais representantes são o ex-governador e ex-prefeito Paulo Maluf de São Paulo e o senador Esperidião Amin de Santa Catarina.

 

PSDB - Partido da Social-Democracia Brasileira

O PSDB foi fundado no ano de 1988 por políticos que saíram do PMDB por discordarem dos rumos que o partido estava tomando na elaboração da Constituição daquele ano. Políticos como Mario Covas, Fernando Henrique Cardoso, José Serra e Ciro Gomes defendiam o parlamentarismo e o mandato de apenas quatro anos para Sarney. De base social-democrata, defende o desenvolvimento do país com justiça social. O PSDB cresceu muito durante e após os dois mandatos na presidência de Fernando Henrique Cardoso. Atualmente, é a principal força de oposição ao governo Lula.

 

PSB - Partido Socialista Brasileiro

Foi criado no ano de 1947 e defende ideias do socialismo com transformações na sociedade que representam a melhoria da qualidade de vida dos cidadãos brasileiros. Principal representante político : Miguel Arraes.

 

PT - Partido dos Trabalhadores

Surgiu junto com as greves e o movimento sindical no início da década de 1980, na região do ABC Paulista. Apareceu no cenário político para ser uma grande força de oposição e representante dos trabalhadores e das classes populares. De base socialista, o PT defende a reforma agrária e a justiça social. Atualmente, governa o país através do presidente Luis Inácio Lula da Silva. As principais metas do governo Lula tem sido : crescimento econômico, estabilidade econômica com o controle inflacionário e geração de empregos.

 

PSTU  - Partido Socialista dos Trabalhadores Unificado

Fundado em 1994 por dissidentes do PT. Os integrantes do PSTU defendem o fim do capitalismo e a implantação do socialismo no Brasil. Tem como base os antigos regimes socialistas do Leste Europeu. São favoráveis ao sistema onde os trabalhadores consigam mais poder e participação social.

 

PV - Partido Verde

De base ideológica ecológica, foi fundado em 1986. Os integrantes do PV lutam por uma sociedade capaz de crescer com respeito a natureza. São favoráveis ao respeito aos direitos civis, a paz, qualidade de vida e formas alternativas de gestão pública. Lutam contra as ameaças ao clima e aos ecossistemas do nosso planeta.

 

PTB - Partido Trabalhista Brasileiro

Fundado no ano de 1979, contou com a participação de Ivete Vargas, filha do ex-presidente Getúlio Vargas. No seu início, pregava a volta dos ideais nacionalistas defendidos por Getúlio Vargas. Atualmente é uma legenda com pouca força política e defende ideias identificadas com o liberalismo.

 

PCB - Partido Comunista Brasileiro

Fundado na cidade de Niteroi em 25 de março de 1922. Defende o comunismo, baseado nas ideias de Marx e Engels, e tem como símbolo a foice e o martelo cruzados. As cores do partido são o vermelho e o amarelo. É um partido de esquerda, contrário ao sistema capitalista e ao neoliberalismo, defendendo a luta de classes. É também conhecido como "Partidão".

 

PSOL - Partido Socialismo e Liberdade

Fundado em 6 de junho de 2004, defende o socialismo como forma de governo. Foi criado por dissidentes do PT (Partido dos Trabalhadores). É um partido de esquerda, contrário ao sistema capitalista e ao neoliberalismo. Tem como cor oficial o vermelho e como símbolo um Sol.

 

PRTB - Partido Renovador Trabalhista Brasileiro - obteve registro definitivo em 18 de fevereiro de 1997.

 

PSD - Partido Social Democrático - fundado, por políticos dissidentes do Partido Progressista e Democratas, em 21 de março de 2011.

 

PT do B - Partido Trabalhista do Brasil - obteve o registro definitivo em 11 de outubro de 1994.

 

PTN - Partido Trabalhista Nacional - refundado em 1995.

 

PTC - Partido Trabalhista Cristão - obteve registro definitivo em 22 de fevereiro de 1990.

 

PSL - Partido Social Liberal - obteve registro definitivo em 2 de junho de 1998.

 

PSC - Partido Social Cristão - obteve o registro definitivo em 29 de março de 1990.

 

PSDC - Partido Social Democrata Cristão - obteve registro definitivo no TSE em 5 de agosto de 1997.

 

PMN - Partido da Mobilização Nacional - fundado em 1984.

 

PCO - Partido da Causa Operária - teve sua criação aprovada pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral) em 30 de setembro de 1997.

 

PRP - Partido Republicano Progressista -obtenção do registro definitivo em 22 de novembro de 1991.

 

PHS - Partido Humanista da Solidariedade - fundado em 20 de março de 1997.

 

PRB - Partido Republicano Brasileiro -  fundado em 25 de agosto de 2005.

 

PPL - Partido Pátria Livre - teve sua criação aprovada pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral) em 4 de outubro de 2011.

 

SDD - Solidariedade - fundado em outubro de 2012, o Solidariedade teve sua criação aprovada pelo TSE em setembro de 2013.

 

PROS - Partido Republicano da Ordem Social - fundado em janeiro de 2010, o PROS teve sua criação aprovada pelo TSE em setembro de 2013.

 

PEN - Partido Ecológico Nacional - teve sua criação aprovada pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral) em 19 de junho de 2012.

Desculpe se deixei de citar alguns partidos, a pluralidade de partidos políticos pelo que lutei junto a grandes lideres como Euzébio Rocha – Celso Brant ambos imortais titulares das cadeiras da ABCP Academia Brasileira de Ciência Política, Dr. Mauricio Brandi Aleixo filho Ex Vice Presidente Pedro Aleixo fundador do PDR Partido Democrático Republicano primeiro a ser fundado  seguido por outras dezenas de legendas que se tornaram “legendas de aluguel”  na luta pela sobrevivência política, como que um país com dezenas de partidos e com mais de trinta ministérios pode governar uma Nação sem contar mais Seiscentos Deputados Federais e Oitenta Senadores, seria ate de bom senso que tais parlamentares defensores da pátria amada votassem uma emenda onde somente dois partidos disputassem o cargo majoritário do Brasil a Presidência da Republica ai teríamos uma eleição limpa sem tantos candidatos que envergonham o Brasil.

Brasileiros hoje somos mais de duzentos milhões de habitantes hoje comandada somente por duas cabeças que influenciam com ameaças os brasileiros a lutarem por seus direitos, ora repito duas cabeças que disputam a liderança quem manda mais hoje no partido rachado por ganância de poder se a maioria pela lógica sempre vence vencera a vontade do POVO BRASILEIRO!

Inglês

The Bankruptcy of communism in the Soviet Union and geopolitics in Latin America.

Communism was a regime imposed by Russia followed by other countries in order to make the cold war against the United States of America, for years the cold war imposed by communist propaganda behind the curtains of iron has led to the world the horror of the communism regime that didn't work until in 1991, a severe strain was generated between conservatives and reformists. With that Perestroika gave autonomy to republics in an attempt to avoid a civil war. In September 1991, the Parliament voted on the dissolution of the USSR, and in December Yeltsin declares its independence from Russia and the formation of the Commonwealth of independent States (CIS). Was thus extinguished the USSR, and on 25 December Gorbachev resigned.

See by the history that Communism and a bankrupt regime turning such countries to social democracy, today Cuba saw that Communism is not the most right accepting the proposal of resuming diplomatic relations with United States to modify the Cuban society to socialism liberal having to modify all your form of Government and those who try to go against will succumb ostracizedeven against the will of the Cuban people and the distrust of the brothers Castro in power there is no other way but to open the doors to the development since the Brazil gave Cuba the largest port in the world and America a masterstroke of Barack Obama took charge of the port with import and exports, alias port strategy for Latin America.

The dream that a Brazilian Leader to make Latin America a Socialist Republic of Latin America (RSAL) is doomed to failure, encouraged by President Putin of Russia have invested in this idea and to consolidate founded the BRICS that Putin snapped at leaving the Brazil hands without port without Bank and no money.

The Brazil in its history has always been a country historically linked to Socialist International, see historically in Brazil some leaders as Leonel Brizola PDT, Miguel Arraes and Eduardo Miguel Arraes Campbell were Liberal Socialists within other hundreds of some already dead politician others alive and in power.

The Dream of such a Socialist Republic of Latin America think left on dream because socialism capitalist regime in which we live today will not want to in any way lose its slice of power.

Let's look at a little history of Russia:

At the beginning of the 20th century, Russia went through a social and economic crisis. The inequality was huge among the peasants and the nobles (land owner). Tsar Nicholas II's regime was badly shaken by protests, in 1915. The Socialist leaders organized workers in advice, the Soviets, which debated political decisions.

The Tsar promised reforms; establish a constitutional Government and call elections for the Parliament (Duma), responsible for drawing up a Constitution. The Mensheviks and other parties have been satisfied. Already the Bolsheviks-revolutionary Socialists led by Lenin, demanded the end of monarchy.

The Government proceeded to outbreaks of internal revolt repression, arrested revolutionary leaders and left the promises he had made on its side. In 1917, starts up in Petrograd (now Saint Petersburg) a revolution that would result in the resignation of the Tsar.

At the moment it is installed the provisional Government with two powers the Petrograd Soviet and the Duma, controlled by the Mensheviks and without representatives of the Bolsheviks.

Lenin returned from exile and reorganized the Bolsheviks that on 25 October besieged the Petrograd provisional Government to take power. Tsar Nicholas II was sentenced to death along with the imperial family was executed in 1918. Hence the Bolshevik Party was renamed Communist Party.

So in 1922 came the USSR (Union of Soviet Socialist Republics), with the Union of the following republics; Russia, Ukraine, Belarus, Transcaucasia and the republics of Central Asia.

The era of Stalin

Josef Stalin was appointed Secretary-General of the Communist Party in 1922. Very ambitious, managed support to succeed Lenin. To try to convert the agricultural industrial power in Russia, Stalin introduced the first five-year plan to boost industrialization. In the year 1930, he installed a policy of terror, running, deporting and expunging opponents. In 1939, with the advance of the troops Nazis, Stalin signed a non-aggression agreement, because I was afraid that Hitler would invade their country. In 1942, the German army entered in the USSR and Stalin joined the 25 allied countries to fight the axis powers. The following year, Hitler's troops were defeated at the battle of Stalingrad by the Russians. The dictator had already secured the possession of most of Europe in 1945 at the end of World War II.

Berlin wall

 

Had 155 km, interrupted 8 commuter rail lines in the city, four subways, 193 streets and avenues and across 24 miles of rivers and 30 miles from the Woods. No doubt he was one of the main symbols of the so-called iron curtain. Its emergence was in the height of the cold war in 1961, its existence lasted nearly 28 years. The wall was a symbol not only of the Division of the German capital in Eastern (Communist) and Western (capitalist), but also the separation of the world into two power packs.

The fall of the Berlin wall

There was a significant change in the USSR which led to the increase of pressure against the wall, in the Decade of 80. In 1989 was too large to pressure the Socialist Government to facilitate travel of East Germans. In consequence came the fall of the Berlin wall in November of the same year. After the announcement about the fall of the Berlin wall a crowd if we crowded frontier posts, everybody wanted to participate in the overthrow of a symbol that marked

for years their lives. Along with the wall also fell the Socialist system and the cold war.

The end of the USSR

In 1985 Mikhail Gorbachev took over, to 54 years, the Secretariat of the Communist Party, coming to power with projects of democratic reforms. The leader drew the spotlight when he declared to reduce censorship, nuclear moratorium unilaterally withdraw troops from Afghanistan after nine years of Soviet intervention and bast political prisoners. To define their relationship with society's perestroika used the term glasnost (transparency) and to define the economic necessity used the Perestroika (reconstruction).

In the period that comprises the years 1917 to 1990, the Soviets had had the one-party regime, which controlled the lives of all citizens. With the leadership of Gorbachev, the Soviet Union had a new political order, with free trade unions and multiparty politics.

Google World history source.

See political parties currently in Brazil:

PDT-Democratic Labour Party

Created in 1981, the PDT rescued the main flags held by former President Getúlio Vargas. Nationalist trend and a social democrat, this party has as political strongholds the States of Rio de Janeiro and Rio Grande do Sul. In these regions, has the support of a significant voter base popular. The leading figure of PDT was former Governor Leonel Brizola, who died in 2004. The PDT defends as main idea the country's growth through investment in the domestic industry, so is contrary to privatization.

 

PC do B-Communist Party of Brazil

Founded in March 25, 1922, the Communist Party of Brazil was placed in illegality at the time of the military regime (1964 to 1985). Even so, politicians and supporters of the PC (B) entered the ranks of the armed struggle against the military. B PC started working on legality only in 1985, during the Government of José Sarney. This party defends deployment of socialism in Brazil and has as main flags the struggle for agrarian reform, income distribution and social equality. The leading figure of the party was the former Joao Amazonas.

 

PR-party of the Republic

Created in October 24, 2006 with the merger of the PL (Liberal Party) and PRONA (Party of the reconstruction of the national order). The Liberal Party came into operation in the year of 1985, bringing together several politicians of the old ARENA and also the PFL and dissidents from PDS. The party has a proposal for a Government that defends economic liberalism with little State intervention in the economy. Another important flag of PR is the reduction of fees and taxes levied by the Government.

 

Dem-Democrats-Old PFL (Liberal front party)

The PFL was registered in 1984 and featured several dissident political affiliation of the PDS. Support and provided political support for the Governments of Jose Sarney, Fernando Collor and Fernando Henrique Cardoso. Currently makes opposition to Lula. Their partisan bases are in the northeastern region of Brazil, although currently administer the city of Sao Paulo Mayor Gilberto Kassab. In March 28, 2007, was renamed Democrats (DEM).

Supporters advocate a free economy of barriers and the reduction of rates and taxes.

 

PMDB-Brazilian democratic movement Party

Founded in 1980, met a lot of politicians who are part of the MDB in the era of the military Government. Identified by voters as the primary representative of the democratization of the country, in the early 1980, won election largely occurred in the period after the military regime. Came to national power with José Sarney, who became President of the Republic after the death of Tancredo Neves. With the success of the Cruzado plan, in 1986, the PMDB managed to elect a majority of Governors in those elections. After the failure of the Cruzado plan and the death of its Chief Representative, Ulysses Guimarães, the PMDB went into decline. Many politicians left the caption for integrating other or founding new

PPS-Popular Socialist Party

With the fall of the Berlin wall and the end of socialism, many parties have left the Communist or Socialist name aside. That's what happened to the PCB that became PPS, in 1992. In addition to the change of nomenclature, moved in their ideological bases, approaching more of social democracy. Its main political figures of today are former Governor of Ceará Ciro Gomes and Sen. Roberto Freire.

 

PP-Progressive Party (ex-PPB)

Created in 1995 by the merger of PPR (Partido Progressista Reformer) with the PP and PRP. Is based on the old PDS politicians, which emerged from the old ARENA. The PPB defends ideas widely based on capitalism and the market economy. Its main representatives are former Governor and former Mayor Paulo Maluf of Sao Paulo and Senator Esperidião Amin of Santa Catarina.

 

PSDB-Brazilian Social Democracy Party

The PSDB was founded in 1988 by politicians who left the PMDB by disagree of course that the party was taking in the drafting of the Constitution of that year. Politicians like Mario Covas, Fernando Henrique Cardoso, José Serra and Ciro Gomes defended parliamentarianism and the term of Office of four years only to Sarney. Social democratic base, defends the country's development with social justice. The PSDB grew a lot during and after the two terms during the Presidency of Fernando Henrique Cardoso. He is currently the main force opposing Lula.

 

PSB-Partido Socialista Brasileiro

It was created in the year 1947 and defend ideas of socialism with transformations in society which represent an improvement in the quality of life of Brazilians. Main political representative: Miguel Arraes.

 

PT-workers party

Arose along with the strikes and the trade union movement in the early 1980, in the ABC Paulista. Appeared on the political scene to be a large force of opposition and representative of the workers and grassroots. Socialist base, the PT defends land reform and social justice. Currently, rules the country by President Luis Inacio Lula da Silva. The main goals of the Lula administration has been: economic growth, economic stability with inflation control and job creation.

 

PSTU-Unified Socialist Workers Party

Founded in 1994 by dissidents of the PT. the PSTU advocate the end of capitalism and the establishment of socialism in Brazil. Is based on the former socialist regimes in Eastern Europe. Are favorable to the system where workers get more power and social participation.

 

PV-Green Party

Ecological, ideological base was founded in 1986. The members of PV fight for a society capable of growing with respect to nature. Are favorable to the civil rights, peace, quality of life and alternative forms of public management. Fighting threats to the climate and to the ecosystems of our planet.

 

PTB-Brazilian Labour Party

Founded in 1979, with the participation of Ivete Vargas, daughter of former President Getulio Vargas. At its inception, preached the return of nationalist ideals defended by Getúlio Vargas. He is currently a caption with little political power and defend ideas identified with liberalism.

 

Pcb-Brazilian Communist Party

Founded in the city of Niteroi in March 25, 1922. Advocating communism, based on the ideas of Marx and Engels, and has as a symbol the sickle and the hammer crossed. The party colors are red and yellow. Is a left-wing party, contrary to the capitalist system and neoliberalism, defending the class struggle. It is also known as "Catch".

 

PSOL-socialism and Freedom Party

Founded in June 6, 2004, defends socialism as a form of Government. It was created by dissidents of the PT (workers party). Is a left-wing party, contrary to the capitalist system and neoliberalism. Has as official Red and color as a Sun symbol.

 

Brazilian labour renewal party PSDC--obtained definitive record in February 18, 1997.

 

PSD-Social Democratic Party-founded by politicians of the Bull Moose party dissidents and Democrats in March 21, 2011.

 

PT do B-Brazil-labour party obtained the definitive registration in October 11, 1994.

 

PTN-National Labour Party-refounded in 1995.

 

PTC-Christian labour party obtained definitive record in February 22, 1990.

 

PSL-Social Liberal Party-obtained definitive registration in June 2, 1998.

 

PSC-Christian Social Party-obtained the definitive registration in March 29, 1990.

 

SDP-Christian-Social Democratic Party obtained definitive record on TSE on August 5, 1997.

 

PMN-National Mobilization party-founded in 1984.

 

PCO-PCO-had its creation adopted by TSE (Superior Electoral Court) in September 30, 1997.

PRP-progressive Republican party-obtain definitive registry in November 22, 1991.

 

PHS-PHS-founded in March 20, 1997.

 

PRB-Brazilian Republican Party-founded in August 25, 2005.

 

PPL-Free Homeland Party-had its creation adopted by TSE (Superior Electoral Court) in October 4, 2011.

 

SDD-Solidarity-founded in October 2012, the Solidarity had its creation adopted by TSE in September 2013.

 

Pros-Republican Party of Social order-founded in January 2010, the PROS had their creation adopted by TSE in September 2013.

 

PEN-National Ecological Party-had its creation adopted by TSE (Superior Electoral Court) in June 19, 2012.

Sorry if I name a few Parties, the plurality of political parties I've fought with great leaders like Eusebius Rocha-Celso Brant both Immortals holders of ABCP chairs Brazilian Academy of political science, Dr. Mauricio Brandi Alexius son Ex Vice President Pedro Aleixo founder of PDR Republican Democratic Party first founded followed by dozens of other legends that have become "subtitles for hire" in the struggle for political survivalas a country with dozens of parties and with over thirty ministries can govern a nation not to mention more 600 Deputies and Eighty senators, would be up to common sense that such defenders of fatherland parliamentary vote an amendment where only two parties they played the position of the Presidency of Brazil majority Republica ai would have a clean election without so many candidates who embarrass the Brazil.

Brazilians today are more than two hundred million inhabitants today commanded only by two heads that influence threatening the Brazilians struggling for their rights, now repeat two heads who dispute the leadership who sends more today in the party cracked by greed of power most logically always wins won the will of the Brazilian people!

 

Celso Dias Neves

World President WPO World Parlament  of Security And Peace

Presidente da ABCP Academia Brasileira de Ciência Política

Presidente da ABCS Academia Brasileira dos Colunistas Sociais   

 

 

 

Última atualização em Dom, 22 de Março de 2015 02:38
Você esta em: Notícias A Falência do Comunismo na União Soviética e a Geopolítica na América Latina .