DILMA ROUSSEFF, ESTANDO NO EXERCÍCIO DA PRESIDENCIA DA REPÚBLICA, COMO FUNCIONÁRIA PÚBLICA PREVARICOU NO EXERCICIO DE SUAS FUNÇÕES, E NÃO PODE SER DIPLOMADA PARA EXERCER PELA SEGUNDA VEZ O CARGO.

Qui, 06 de Novembro de 2014 02:17 Acessos: 3242
Imprimir

dilma

DILMA ROUSSEFF, ESTANDO NO EXERCÍCIO DA PRESIDENCIA DA REPÚBLICA, COMO FUNCIONÁRIA PÚBLICA PREVARICOU NO EXERCICIO DE SUAS FUNÇÕES, E NÃO PODE SER DIPLOMADA PARA EXERCER PELA SEGUNDA VEZ O CARGO.

Chocou a imprensa internacional, e envergonhou o Brasil, o discurso do insano Nicolau Maduro, nomeando Dilma Rousseff, estando Presidente do Brasil, a qual designou Chefe da Revolução Bolivariana da América do Sul e do Caribe - para evitar dúvidas o vídeo segue publicado abaixo, no final desta matéria, produzido pela Televisão do Governo da Venezuela, para que não haja dúvidas.

A Presidente do Brasil prevaricou no exercício de suas funções públicas, ao não questionar o discurso - Cabo Anselmo por muito, mas muito menos, no seu discurso na Guanabara, provocou a Revolução de 1964 - e, não chamar o Embaixador do Brasil na Venezuela pra explicações e orientações, para tudo ficar conforme o que determina as normas diplomáticas, e solicitar o imediato retorno do Embaixador da Venezuela para o seu País, até que o imbróglio fosse resolvido.

Ora. Estão batendo numa tecla, que é a do impeachment de Dilma, por fraude nas urnas eletrônicas,o que é inverossímil, pois de um lado, se houve fraude no segundo turno, porque não foi feito no primeiro turno e dado a vitória para Dilma, encurtaria muita conversa fiada e fora de arma. Não se pode de forma alguma colocar em dúvidas a Justiça Eleitoral no Brasil.

É muito leviano, levantar suspeitas sem prova. Dizem que foram encontradas urnas falsas aqui e ali, são urnas do Paraguai, piratas, que é mestre em falsificação de qualquer produto. É só encomendar urna, que eles fazem igual por meio da China.

Este papo precisa parar, e tomar base em fatos concretos, e este de prevaricação da Presidente Dilma, sem a eleição ainda estar fechada, falta a diplomação, pois ela presidente eleita de direito, mas não de fato, pois não foi diplomada, como também os outros candidatos eleitos não o foram, Na diplomação, fecha-se o resultado das urnas.

O discurso de Nicolau Maduro, foi muito grave, e não atinge somente o Brasil, pois ele invadiu a Política Interna Brasileira, e de todos os Países da America Latina e do Caribe, fora o Chile, é claro, envolvendo-os, praticamente numa guerra contra os Estados Unidos da América Do Norte, por meio de sua tão cantada Revolução Bolivariana.

Dilma Rousseff prevaricou, e os demais chefes de Estado dos demais países, que não contestaram Nicolau Maduro por tão leviano discurso inflamável, de ele chamar a si, todas as forças armadas caribenhas e latino americanas, para defender Dilma Rousseff se necessário o fossem.

O que mais me impressiona, são os especialistas de plantão, "cientistas políticos", pagos a peso de ouro para darem as suas opinião, principalmente na televisão, e em outros tipos de mídia, não haverem se apercebido, desta invasão de Nicolau Maduro, na política internados demais países que nominou.

Como ficam as Forças Armadas destes Países? Vão aceitar o que Maduro insinuou no seu fétido discurso! E a honra de cada militar, de cada comando? E os Presidentes, vão entrar numa guerra continental, só porque Maduro discursou que vai lutar contra os Norte Americanos, para acabar com tal de colinoalismo que somente ele vê?

Mas fiquemos restritos ao Brasil, pois de forma direta, sem intermeios, Maduro interferiu na Política Interna do Brasil, e como temos um Congresso Nacional, que somente agora estão acordando agora - parece que acordaram, os fatos futuros é que vão confirmar isto como uma verdade - Congresso este que, de imediato deveria contestar este discurso e convocar Dilma Rousseff para ir à Casa de leis do Brasil, e a Casa do Povo, para explicar, se concordou ou não com o discurso de Maduro, assumindo o Comando da revolução Bolivariana.

Não foi somente Maduro que indicou Dilma Rousseff e o Brasil como Líder e sede da Revolução Bolivariana, contra os Estados Unidos da América. Os Presidentes dos Países cujo Produto Interno Bruto - PIB, é a maconha e a Cocaína, e usam o Território Brasileiro para infestar o mundo com as malditas drogas, pronunciaram dizendo" que a vitoria de Dilma Rousseff, deveu-se à Revolução Bolivariana, por "suas ações revolucionárias".

Dilma Rousseff não contestou, e ficando calada, enchendo o seu ego, pensando estar a partir do discurso de Maduro, líder, comandante em chefe da Revolução Bolivariana, colocando no dos seus Terninhos Vermelhos, Lula e Fidel Castro, e de uma vez, jogando uma pá de cal no Foro São Paulo, invertendo assim, do Foro, para os objetivos da Revolução Bolivariana.

O mais grave, foi o pronunciamento da Presidente peronista da Argentina, Cristina Kirchner, onde corre o boato de haver assassinado o próprio marido, para assumir a Presidência da República, postando-se como uma nova Evita, disse, logo após a confirmação do resultado das Eleições Brasileiras de 2014. "Ipsis Literis" disse, e isto esta na Imprensa mundial:

" Querida companheira e amiga Dilma, felicidades pelo triunfo. Grande vitória da inclusão social e da integração regional, um passo a mais para a consolidação da pátria grande."

Estou pasmo!!! Isto é de uma leviandade de consequências trágicas, para o continente Sula Americano,Caribe e México! O que significa esta Pátria Grande? Onde fica o Congresso Brasileiro que, ainda não chamou Dilma Rousseff para explicar, qual o significado de pátria grande? Ela deve saber, por isso deve ter sido tratado nos bastidores da Revolução Bolivariana.

Nas entrelinhas da Declaração de Cristina, que já determinou que, a Argentina é uma Republica Revolucionária Bolivariana, traduzo para o Congresso o que ela disse: Pátria Grande é, a Republica Socialista Revolucionária Bolivariana, dos Estados, da América do Sul, do Caribe e do México. Ora, Cristina fechou com Vladimir Putin, e aqui reside o perigo maior, pois vai receber armas de ultima geração, como a Rússia fez com a Venezuela, que pagou estes armamentos com os seus Petro dólares, mantendo os venezuelanos no estreito da fome e da miséria.

Dilma Rousseff, dentro de suas intenções de Estadista Ditadora revolucionária, criou o Dilmismo, atropelou o Lulismo, implantou o aparelhamento estatal para auferir votos que a levasse a reeleição, e isto notou-se de forma muito clara na campanha eleitoral, principalmente os Correios,numa covardia singular, contra os outros candidatos, e a consubstanciação da corrupção,que no Brasil de agora, é endêmica.Não sabe-se de onde, surgirá um novo caso de corrupção desvendado ou denunciado.

Mas, acrescento ao termo Pátria Grande,pronunciado pela pseuda Evita do século XXI, a beirada morte com um câncer intestinal, é a clara intenção do Dilmismo - Lilian Vitifib, esta nomenclatura ideológica surgiu em nossas discussões na Academia Brasileira de Ciência Política, e no Programa do Jô de terça feira última, você pronunciou o termo, Dilmismo e Lulismo, como o fosse de sua láurea, lamentável - o termo Pátria Grande, é o principio, e talvez o fim, da violação do Estado de direito do Brasil, e a mamãe de todas as republiquetas que vão mamar nas tetas do Brasil, pois no ver de Maduro, o Brasil vai financiar a revolução bolivariana em 2015.

Para evitar esta tragédia, esta nas mãos do Superior Tribunal Eleitora, em não diplomar Dilma Rousseff, e o Congresso Nacional de forma unanime enviar o Pedido para o TSE, atentando para o fato, os políticos discordantes do Dilmismo, serão os primeiros a ir para o paredão de fuzilamento, como foi feito em Cuba, por Fidel Castro.

Ora. Dilma Rousseff, tem que ser chamada, de forma direta e constitucional para se explicar no Congresso Nacional, em sessão especifica, e ainda nesta semana antes da diplomação. Os Brasileiros, que produzem a riqueza do Brasil, pagam os escorchantes impostos e taxas,há um nicho de fome e miséria dentro do Pais, a nova classe média mora em favela, e Dilma Rousseff assumindo a fala de Maduro, Líder da revolução Bolivariana, ou seja, vai financiar as republiquetas falidas da América do Sul e Caribe.

Nicolas Maduro, bebe como refresco em suas lautas refeições, o sangue que é derramado nas ruas da Venezuela, derramados pelos venezuelanos, que hoje lutam para ter o direito a um litro de leite, um ovo, uma cebola, um quilo de arroz e outro de feijão, para durar um mês. Ora, Dilma Rousseff já prometeu que vai ajudar a Venezuela, com o consentimento de quem? Vai vilipendiar o Banco Nacional de desenvolvimento Econômico Social e Humano do Brasil, como fez como o Porto de Cuba? Para a Argentina? Para a África?

Dilma Rousseff. Não pode, sob qualquer hipótese, ser diplomada. Ela traiu o Brasil. Ela esta desviando recursos do Brasil para as outras nações amigas da revolução Bolivariana, da qual agora, ela é a Comandante em chefe, segundo o que se interpreta no vídeo abaixo, ao vivo, do pronunciamento de Nicolau Maduro, com um Coronel do Exército Brasileiro, não sei se o é, pois numa atitude deste porte, sujou a sua farda, a enlameou, e não se sabe se já foi chamado ao Comando Maior do Exército Brasileiro, para se explicar, a amando de quem estava lá, neta conspiração continental, para provocar uma guerra em todo o continente Americano, e com apoio da Rússia, que já armou a Venezuela. O mais estranho é Obama, ser afrontado por Maduro, com ameaças reais de guerra, envolvendo nisto o Brasil.

Já estão acordados, financiamentos, por meio de alianças feitas, acordadas por trás dos panos, para a Argentina, Venezuela, Colômbia, Peru, Bolívia, Uruguai, Equador com a Bolívia do Santo Índio Evo Morales, mascando folha de coca o dia inteiro.

Dilma era inelegível antes do inicio da propaganda eleitoral, ou melhor,no ato de recebimento das candidaturas para análise, se o candidato era ficha suja ou não. Agora, pelos fatos que denunciamos nesta matéria, o erro de percurso tem que ser corrigido: DILMA ROUSSEFF NÃO PODE SER DIPLOMADA, OU O BRASIL VIRARA UM CAMPO DE SANGUE,COMMOTE DE MUITOS INOCENTES.

DR. JOSÉ CARLOS PEREIRA.

ALTO COMISSÁRIO PARA OS DIREITOS HUMANOS

WORLD PARLAMENT OF SEGURITI AND PEACE

TITULAR DA CADEIRA 9 DA

ACADEMIA BRASILEIRA DE CIENCIAPOLITICA

 

https://www.youtube.com/watch?v=3CoXapQFj6A