A DIVISÃO DO BRASIL QUE JÁ FOI FEITA

E-mail Imprimir

411129 348604498496202 1033686861 o

A DIVISÃO DO BRASIL QUE JÁ FOI FEITA

.Por falta de assunto, estão levantando a tese de que o Brasil não pode ser dividido. Pegam um Fake e proliferam um monte de baboseiras, mostram o não conhecimento de causa. Estes confessam, mostram, que nada entendem de Geo Política, interna e internacional. e como as coisas funcionam.Por uma imensidão de erros políticos, o Congresso Nacional, em 2004, aprovou, convalidou a OIT 169, da Organização Internacional do Trabalho, Agencia da Organização das Nações Unidas, convenção esta que divide o Brasil em quase 250 pequenas nações indígenas e quilombolas.Acessem este link D5051 - Presidência da Repúblicawww.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2004-2006/2004/.../d5051.htm19/04/2004 - Considerando que o Congresso Nacional aprovou, por meio do Decreto Legislativo no 143, de 20 de junho de 2002, o texto da Convenção no 169 da Organização Internacional do Trabalho - OIT sobre Povos Indígenas e .... Ao aplicar a legislação nacional aos povos interessados deverão ser levados na. .WPO - WORLD PARLAMENT OF SEGURITY AND PEACE ACADEMIA BRASILEIRA DE CIENCIA POLITICA

PRESIDENTE EMBAIXADOR DA PAZ DR. CELSO DIAS NEVES NÃO SE FAZ POLÍTICA PACÍCIFICA, QUANDO NOS COMPORTAMOS COMO ADEPTOS DA XENOFOBIA E A INTOLERÂNCIA CORRELATA.POR DR. JOSÉ CARLOS PEREIRA ALTO COMISSÁRIO DE DIREITOS HUMANOS  DO WPO JORNALISTA E TITULAR DA CADEIRA 9 DA ACADEMIA BRSILEIRA DE CIÊNCIA POLITICA

O Parlamento Mundial para Segurança e Paz, é um órgão independente, com vários trabalhos realizados em pró da paz, inclusive na linha de frente de conflitos no Oriente Médio e Próximo, pela natureza intrínseca de seus objetivos dentro do ativismo independente, não apoia, não participa, naquilo que é contra a paz, contra os direitos humanos, contra o desenvolvimento econômico, social e humano.Quem faz apologia da agressão, da violência gratuita, que as incentiva, não tem lugar no WPO e em nenhuma das nossas organizações. Recentemente cortamos um membro que, o ideal para ele, é se ostentar, postando armamento, incentivando a anarquia no seio da sociedade civil.O momento que o Brasil vive, é deveras difícil, e não é hora de incentivar-se a violência, a discriminação, o conflito político como muitos vêm sabendo muitos que estão postando mensagens no Facebook, e mostram, incapazes de, conciliar, arbitrar a favor da paz. É tão irracional as postagens que com certeza, seja qual for o substituto da Presidente, se isto fosse possível, será a vidraça da vez.Necessário se faz ter, muito cuidado, com o palavreado chulo que estão usando, denegrindo a imagem da Presidente da República, a maior autoridade da nação, que foi eleita democraticamente por meio do voto. Fraudes nas urnas é outro assunto, e cabe ao Superior Tribunal Eleitoral provar, que não houve fraude. É preiso entender que, o Presidente do Superior Tribunal Eleitoral, é um Ministro do Supremo Tribunal Federal, a casa que defende a Constituição Brasileira, e não tomariam uma posição de lesa pátria, para favorecimento de alguém ou outrem. As mudanças necessárias na Política Brasileira, não far – se – á, por meio de ofensas morais para com a Presidente da República. Os resultados das Eleições de 2014, segundo turno, deu no que deu, pelo fato de os covardes, que criticam sem embasamento, não compareceram para cumprir com o seu dever de votar, de determinar quem vai dirigir o País a partir de 1 de Janeiro de 2015.Estou falando de quase 40 milhões de pseudos brasileiros, que ficam em cima do muro, mas na urna, ou votam nulo ou invalida o voto. Pior foram, os 37 milhões que se absteram de votar, nem justificaram, pois a Lei é branda, basta pagar 3 reais de multa e tudo esta resolvido. Se não quiser pagar, vai a um Pronto Socorro, mente que está doente, e justifica o voto.É preciso acabar com esta palhaçada de pedir intervenção Militar. Isto não vai acontecer. É preciso entender que, mesmo dentro das Forças Armadas, as opiniões estão divididas: uns são a favor da Presidente, outros contra. O que estão querendo? Provocar uma guerra civil? Provocar um morticínio no Brasil igual ao que ocorre na Síria? Na faixa de Gaza.O Respeito é bom e todos gostam. Já deram para a Presidente da república, a Excelentíssima Dra. Dilma Rousseff, a intervir na Internet, como é feito nos países onde a democracia não vige. Não é um confronto político, de ideias, teses políticas que estão discutindo. Partiram para a agressão da Senhora Presidente, a humilhando, chegando ao auge da xenofobia e intolerância correlata, discriminação entre outras atitudes denigrentes, que avilta a pessoa humana.Somando-se os votos do oponente, do outro candidato, chegamos a absurda soma de quase 83 milhões de votos jogados no lixo. Parem para pensar. Isto não pode continuar. Se querem uma nova política, esta reforma precisa começar pelo eleitor, que não sabe votar, que não sabe exercer o poder absoluto do voto. Ora, os nordestinos votaram segundo as suas convicções, mesmo vivendo sob, a fome, a miséria, o analfabetismo, a violência, a prostituição e trabalho escravo infantil, trafico de drogas e de mulheres, trafico de órgãos, submetidos a mais vexatória forma de vida, vendo suas crianças morrerem, por falta de alimentos e atendimento médico.As Forças Armadas, não foram criadas para intervirem no governo civil, e todas as vezes que interviram, desde Getúlio Vargas, foi o maior desastre. O povo nordestino acreditou e votou, pelo estabelecimento de Políticas Públicas eficazes, para o combate contra a sede e a fome, pela oportunidade de terem, em curto tempo, um pouco de dignidade em sua vida. Aos 23 anos, um nordestino aparenta ter quarenta, castigado pelo sol da caatinga.Estão querendo destruir o Brasil. Estão querendo ver sangue derramado, de crianças, mulheres e velhos. Querem em fim, estabelecer de vez, a anarquia, a desobediência civil, o conflito armado nas ruas. Não estou contradizendo minha tese, e que no WPO denunciamos apolítica que visa o radicalismo, que busca transformar o Brasil, numa República Socialista Bolivariana. Somos contra tudo que fere os direitos humanos e de cidadania. Sim! Denunciamos, damos a cara para bater, e não ficamos em cima do muro, mesmo com risco à nossa vida.A DIVISÃO DO BRASIL QUE JÁ FOI FEITA.Por falta de assunto, estão levantando a tese de que o Brasil não pode ser dividido. Pegam um Fake e proliferam um monte de baboseiras, mostram o não conhecimento de causa. Estes confessam, mostram, que nada entendem de Geo Política, interna e internacional. e como as coisas funcionam.Por uma imensidão de erros políticos, o Congresso Nacional, em 2004, aprovou, convalidou a OIT 169, da Organização Internacional do Trabalho, Agencia da Organização das Nações Unidas, convenção esta que divide o Brasil em quase 250 pequenas nações indígenas e quilombolas.

 Acessem este link D5051 - Presidência da Repúblicawww.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2004-2006/2004/.../d5051.htm19/04/2004 - Considerando que o Congresso Nacional aprovou, por meio do Decreto Legislativo no 143, de 20 de junho de 2002, o texto da Convenção no 169 da Organização Internacional do Trabalho - OIT sobre Povos Indígenas e .... Ao aplicar a legislação nacional aos povos interessados deverão ser levados na. ...

 Em 2004 o Brasil já estava dividido. Estes que criticam hoje, que não acompanham “pari passo” as atividades do Congresso Nacional, não sabem deste fato. O WPO não vai pelo o que os outros estão dizendo. Pelo WBI – World Bureau Inteligency, do qual sou da inteligencia  para investigação de atos contra os direitos humanos e cidadania, e que não recebe subvenção de nenhum órgão publico e ou privado, visando unicamente, não sermos traídos em nossas convicções democráticas, e realizarmos o que propormos fazer no seio da sociedade civil, sem aconchavos.

 Sabem estes, críticos de plantão, porque os índios brasileiros estão em pé de Guerra? Porque cobram a demarcação das suas terras? Você leu ou assistiu na chamada grande mídia, a abordagem do assunto da Convenção da OIT 169? Desde 1989, quando ainda era Presidente da República, e que a Convenção OIT 169 foi aprovada, estamos acompanhando os fatos.

 O ano de 1989, para quem não sabe, ano de Eleições Majoritárias, foi tão complicado como nestas eleições de 2014. O PMDB rachou, foi fundado o PSDB, veio o PT com a candidatura, a primeira, de Luiz Inácio da Silva, o Lula, líder dos metalúrgicos numa primeira tentativa de chegar ao mais alto pos, o de Presidente do Brasil.

 Apoiado pela Rede Globo de Televisão, o carioca Fernando Collor de Mello, carioca que vivia em Alagoas, sendo concessionário da Rede Globo, retransmitindo os seus sinais, ganhou as eleições. Lula e Mario Covas ficaram frustrados. As mulheres adolescentes e adultas, como os nordestinos fizeram agora em 2014, votaram maciçamente, no Jean Pierre, personagem criado para uma novela da Rede Globo de Televisão, Que Rei Sou Eu, e agregou a imagem do Jean Pierre, um Robin Wood do século XX, e deu no que deu, confiscou a poupança interna do País, provocou o alavancamento da inflação, aumentando a divida externa, e por fim foi cassado, com o advento do Movimento Caras Pintadas, que teve por trás como apoio, o Foro São Paulo. Mas este é um assunto para o livro que estou escrevendo, e que em breve estará a disposição para compara na Amazon Kindle.

 Ora, cassado Collor, assumiu Itamar Franco do PMDB, que criou o Plano Real, estabilizou a economia, mas não se tratou do assunto da OIT 169. Fernando Henrique Cardoso ganha as eleições substituindo Itamar, e foi o responsável, pela aceitação da OIT 169, na surdina, acoitado pelo Congresso Nacional. FHC ficou oito anos no Governo e finalmente Lula ganha. No seu primeiro ano de governo, convalida de vez a OIT 169, determinando ali, a divisão do Brasil em quase 250 nações Indígenas e Quilombolas, e o Congresso Nacional endossou, ao arrepio da população brasileira, com a Lei 143 de 2004.

 Findo os oito anos de governo de Lula, assume Dilma Rousseff com um verdadeiro abacaxi nas mãos, que , a demarcação de Terras de acordo com a OIT 169.Não faz nada e chega 2014, o último anos de seu governo, não com um abacaxi, mas dois.

 Dilma tinha, até 24 de Julho de 2014, de realizar, dar por terminada a demarcação das terras dos indígenas e dos quilombolas. Lula deixou o abacaxi da Copa do Mundo para ela resolver. Manifestações contra, driblando dali e daqui, Dilma consegue realizar a Copa, mas vendendo o Brasil, que não levou um centavo, e ainda ficou com vários elefantes brancos, como os das arenas de Cuiabá e Amazonas. No período da Copa do Mundo de 2014, quem mando no Brasil foi a FIFA. O dinheiro arrecadado, por transferência virtual, ia direto para as contas da FIFA em Genebra.

 Havia o imbróglio da OIT 169, e de forma misteriosa, sem anunciar, o Secretário Geral da Organização das Nações no Mundo, pousa no Brasil para a abertura da Copa, fica hospedado por Dilma, e não se sabe o que trataram acerca da OIT 169, pois o Brasil não cumpriu com as exigências, e a ONU pode intervir com tropas internacionais, para fazer cumprir a OIT 169.

 A LDO 2014/2015 NÃO FOI VOTADA ANTES DAS FÉRIAS DO CONGRESSO NACIONAL

 A LDO – Leis de Diretrizes Orçamentárias, que tem que ser votada, de acordo com a Constituição de 1988, até o final de Julho de cada ano, antes de os congressistas entrarem de férias.No oba oba da Copa do Mundo e proximidade das eleições, o Congresso Nacional do Brasil, decretou férias das duas casas, Senado e camara dos Deputados, não votando a LDO.

Os pequenos municípios principalmente as de pequeno porte, estão demitindo funcionários de cargo de confiança, inclusive secretários, não tem dinheiro para pagar a folha de pagamento, o décimo terceiro, a ponto de entrarem em um colapso administrativo. Não é culpa de Dilma, e sim do Congresso. Com mais propriedade, abordarei este assunto em outro livro. Esta matéria é uma pequena síntese, de todos os fatos políticos acontecidos de 1989 a 2014, nesta bagunça que virou a eleição de 2014, onde 83milhões de votos, que poderiam ser válidos, foram jogados na latrina.JORNALISTA DR JOSE CARLOS PEREIRATITULAR IMORTAL DA CADEIRA 9 DA ACADEMIA BRASILEIRA DE CIÊNCIA POLITICA ALTO COMISSARIO DE DIREITOS HUMANOS DO WORLD PARLAMENT OF SECURITY AND PEACE  NA FOTO DR CELSO DIAS NEVES PALESTRANDO NO LIBANO ABRINDO UMA CONFERÊNCIA DE PAZ.

JC PEREIRA ALTO COMISSÁRIOS PELOS DIREITOS HUMANOS E PAZ

Você esta em: Notícias A DIVISÃO DO BRASIL QUE JÁ FOI FEITA