DILMA CONSEGUIU: DIVIDIU O BRASIL. VAI CONSEGUIR GOVERNAR,SOMENTE SE HOUVER UMA COALIZÃO.

Dom, 26 de Outubro de 2014 22:49 Acessos: 2302
Imprimir

DILMA CONSEGUIU: DIVIDIU O BRASIL. VAI CONSEGUIR GOVERNAR,SOMENTE SE HOUVER UMA COALIZÃO. O BRASIL POLITICO, ESTÁ DIVIDIDO AO MEIO. O CAMINHO DO BRASIL DAQUI PARA A FRENTE, É O FORO SÃ PAULO.

Um momento muito dificil para o quadro político do Brasil. Venceu a Ditadura de esquerda, tendo o apoio da parte mais miserável do Brasil, o Norte e Nordeste, e ainda, capitalizou para si, os votos de Minas Gerais, que foi, fator preponderante para que Dilma e o Lulismo ganhasse.

 

Não posso pautar pela euforia, num momento dos mais críticos da política brasileira. Tenho que ser responsável, mesmo tendo um nebuloso futuro para a frente. Fidel, Raul, Cristina, Mojica e Evo Morales, estão agora, sem sombra a dúvidas comemorando, pois vão continuar mamando nas tetas do Brasil, pois são republiquetas, que sempre dependeram do Brasil, para sobreviverem.

 

JÁ EM NOVEMBRO, UM CUSTO DE VIDA ALTÍSSIMO VAI ACONTECER NO BRASIL.

 

Em Novembro, vão custar mais caro, a Gasolina, o Diesel, o Querosene, e em consequência, o aumento absurdo nos custos do frete, que vai mostrar-se presente, nas prateleiras dos supermercado.

 

O Programa de Governo que Dilma prometeu, não vai acontecer. Teremos um direcionamento para implantação , e em definitivo, da Republica Socialista Bolivariana do Brasil. O Brasil será a Capita da União dos Estados Bolivarianos da América do Sul, Caribe e México.

 

Observe o mapa eleitoral, de onde ganhou Dilma, e de outra forma o Aécio. A Democracia Brasileira foi jogada na lata do lixo pelos Nordestinos, com parte do Centro Oeste e do Sudeste. A Bandeira Vermelha com uma estrela, vai ser fincada, nos Estados em que Dilma Ganhou, e só por isso, o Brasil está muito perto, da mesma situação de 1964, agora com muito mais perigo, pois não é o Cabo Anselmo que vai proferir o discurso incendiário, mas sim o Palacio do Planalto, com Dilma no Poder, que vai impor mais força na Comissão da Verdade, para continuar sua "caça as bruxas"

 

O Nordeste e Norte do Brasil, perderam. Continuarão a vegetar, no meio da fome, da miséria, da violência, pois a única política pública do Petismo, com raras exceções de políticos eleitos pelo PT, é manter subjugado por meio da fome e sede, os nordestinos e os que vivem na linha da pobreza e da miséria.

 

Hoje, foi feita uma cabeça de ponte real, para o Brasil entrar numa guerra civil inimaginável de que aqui, pudesse acontecer. Dilma tem o perfil exato de uma Ditadora. Só fala na primeira pessoa, com um português canhestro, de revolucionário:: NO MEU GOVERNO.

 

Nesta sua afirmação, um clichê ou mote por ela adotado desde o inicio de sua primeira gestão, ela buscou impor a sua vontade, diante de um Congresso Nacional fraco, covarde na tomada de ações específicas de Politicas Publicas que beneficiassem o brasileiro como um todo, é culpado do que acontecerá aqui para a frente.

 

Temo pelos meus filhos e netos. A cubanização do Brasil vai acontecer, a não ser que, a metade do Brasil que votou em Aécio Neves, reaja, e isto vai ser catastrófico, pois as armas entrarão em ação, as Forças Armadas terão que intervir, para defender a Constituição e manter a paz no Brasil.

 

Esta eleição majoritária, mostra, o que a Academia Brasileira de Ciência Politica vinha pregando em suas Palestras, pelo Embaixador da Paz, Dr. Celso Dias Neves, onde frisou, que a democracia no Brasil estava por um fio. Como em uma Palestra, no Líbano, antes de acontecer toda a desgraça que acontece na Síria, onde asseverou, que, "a única solução para a Síria, seria a a prisão do Presidente".

 

Não ouviram. Deu no que deu. Celso ficou 4 dias escondido até ser retirado do Líbano e levado para Jerusalém.

 

Há muita sujeira por baixo por baixo do Tapete do Palácio do Planalto que virá a tona. Mensalão, Cuba, Honduras, Argentina, e por outros países, principalmente para os países da África, é muito pouco com relação ao que de fato aconteceu. Foi muitos milhões de Reais, que saiu do tesouro nacional, dinheiro publico, advindo destes impostos abusivos, que chega à 58 pontos percentuais que incidem sobre o produto fina,nas gondolas dos supermercados, açougues ou nas mercearias.

 

Nada há que comemora nestas eleições que houveram. Não é para clima de festa. Se o Nordeste, que vive sob o total abandono, morrendo de fome e se, crianças e adultos, optam pela eleição de Dilma, pela continuidade do Lulismo, nada pode ser feito, pois não pode-se ajudar, quem não quer ser ajudado.

 

A doutrina Robin Hood, não funciona no Brasil, ou seja, "tirar do rico, para dar para os pobres". A questão aqui, não é a pessoa da Excelentíssima Senhora Presidente Dilma Rousseff, mas sim o Lulismo, uma doutrina politica, onde busca em tudo levar vantagem.

 

Não. Piorou a situação. O mapa das eleições é muito claro, o Brasil dividiu-se de vez, e não vai ser fácil para Dilma, nos dois primeiros anos de reeleição, conseguir governar.

 

Está contra ela, 90% do Produto Interno Bruto, de parte do Centro Oeste, de todo Sudeste e o sul.O Nordeste, que sempre precisou dos Estados do Sul, Sudeste, e parte do Centro Oeste, leia-se MS, mostrou, não conhecer os escaninhos da política, que desejam continuar sob a oligarquia na qual sempre viveram, morre de fome e sede e isto está bom.

 

Sem sombra a dúvidas, Lula será o próximo Presidente do Brasil. A máquina vai trabalhar para isso. As centrais sindicais, e se o Comandante estiver vivo ainda, vai subir a Rampa do Palácio do Planalto, de braços dados com Lula e Dilma.

 

A realidade política é esta. Perdeu na metade do Brasil? Sim? Mas tem muito jogo pela frente.O Congresso Nacional não legisla. Aprova medidas provisórias, ou seja, faz o que o executivo quer, não se interessam pela independência entre os poderes.

 

O povo brasileiro, do Sudeste, Centro Oeste e Sul, mostraram a sua vontade. São estes que mantem pelo trabalho produtivo o PIB do Brasil. O Brasil esta a perigo. As redes sociais tem que discutir políticas públicas, que redundem em beneficio para um todo do Brasil.

 

A Presidente Dilma, tem nas suas mãos, a fome, miséria, analfabetismo, violência, falta de segurança, saúde, educação publica, transportes urbanos, xenofobia, intolerância correlata, o tráfico de drogas, o uso indevido de substâncias psicoativas.

 

É isto que tem que ser visto com muita atenção. Isto acontece na periferia, intermitentemente, e ninguém, nenhum Presidente da República resolveu.

 

O Brasil como Estado, está dividido ao meio. Queira a Deus que não, mas a frustração de metade do Brasil não é muito confortante, pois ouço agora o discurso da Presidente, embalada pelo oba oba, daqueles que não perceberam, o quão funesta foi, esta eleição de 2014.

 

Que a classe mais baixa não venha à continuar sofrendo, as mazelas da vida, herdadas da politica brasileira, em um País, o Brasil, que mostra em sua história, nuca foi sério. La fora é chamado de republiqueta de banana, que tem a sua capital em Buenos Aires.

 

Que bons ares, venham a pairar, sobre o Brasil. Vamos cobrar, linha por linha, todas as ações negativas que vai ocorrer daqui para a frente, agregando, a não apresentação para votação da LDO; a malfazeja lei que permite o transito livre de tropas estrangeiras por território brasileiro, a famigerada Lei 8423 e a OIT 169 que divide o Brasil em 216 pequenas nações, de indígenas e quilombolas.

 

DR.JOSÉ CARLOS PEREIRA

DOUTOR EM COMUNICAÇÃO

TITULAR DA CADEIRA 9

ACADÊMIA BRASILEIRA DE CIÊNCIA POLITICA

DR. CELSO DIAS NEVES

PRESIDENTE

Última atualização em Seg, 27 de Outubro de 2014 18:04