Neste dia Internacional da Mulher não há muito que se comemorar...

Sáb, 07 de Março de 2015 23:22 Acessos: 2479
Imprimir

ANDREIA 1

Neste dia Internacional da Mulher não há muito que se comemorar...

 

No Brasil, muitos de nossos direitos que levamos décadas para conquistar agora estão sendo-nos oprimidos. Instalou-se o caos em nosso país com previsão de uma guerra civil, é preciso rever nossos conceitos, nossas alianças, é preciso silêncio para refletir, criar coragem e lutar. Que este momento que estamos passando sirva, para muitos, que repensem mais suas atitudes e saibam o verdadeiro valor do voto e o quanto isso influenciará sua vida futura, como também a de seus netos, bisnetos, tataranetos, etc. Que possamos amadurecer com esta lição, vamos crescer, pois, se assim não for, condenaremos nosso povo a um caminho sem volta, caminho este que poderá ser lembrado com muita dor, sangue e clamor.

Nós, mulheres, apesar das dificuldades e momentos difíceis que passamos, encontramos no brilhar dos olhos de nossas crianças uma razão para viver o que, de fato, nos faz grandes, pois pequenos são os olhos de quem nos vê como inferiores/submissas. Nunca deixe que pessoas façam-nas se sentir menores, quem te enxerga como alguém menor, na verdade, não reconhece o seu valor. Já dizia o velho ditado: “Dê valor a quem te dá valor!”. É preciso deixar ir e desapegar-se de tudo que nos faz mal.

Infelizmente, somos vistas como o sexo frágil por nossa sensibilidade aguçada e por nossas limitações, mas, pergunto eu: “Qual o ser humano que não tem limitações?”. Ao longo de nossa história fomos sempre alvo de estereótipos, é preciso desprender-se desses sentimentos de submissão e inferioridade, é preciso dar lugar a uma nova mulher que precisa nascer, como uma linda rosa que precisa florescer.

O homem teve seus méritos e seus deméritos, a mulher também, foi uma luta construída conjuntamente em toda a história da humanidade. É preciso lutar pela igualdade entre os sexos, ninguém é melhor ou pior, somos todos iguais. A mulher tem um importante papel na evolução de nossa sociedade por seu espírito acolhedor, protetor, é capaz de doar sua própria vida em prol de causas que realmente venham a valer a pena.

Infelizmente, neste dia Internacional da Mulher não há muito que se comemorar, é preciso para o mundo ao nosso redor olhar. A mídia vem estampando olhares tristes.... mulheres e crianças estão sendo mutiladas/assassinadas/seqüestradas e nem a ONU (Organização das Nações Unidas) é capaz de salvar, não dá pra entender por que a ONU não decreta intervenção no Estado Islâmico, não dá pra entender a perseguição religiosa... Muitas dessas mulheres e crianças são vendidas como escravas sexuais, são muitos sonhos roubados, dilacerados, rasgados, é o escancaramento da violação de nossos DIREITOS UNIVERSAIS. É triste porque por mais que a gente se recupere de certos traumas vividos, ficam sempre as marcas, as cicatrizes, aquela mancha negra que vai assombrar-nos, muitas vezes, para o resto da vida. Avante mulheres, amanhã é um novo dia, tudo pode mudar.

O mundo ainda precisa evoluir muito, é preciso políticas que sejam mais eficazes para a proteção das mulheres, das crianças, dos idosos, enfim, de todos. Sozinhas podemos não ser ninguém, mas, juntas, somos muitas. Unam-se em prol de seus direitos, lutem, gritem sem parar até que o mundo escute o seu grito e resolvam sua voz escutar.

É muito triste, neste Dia Internacional da Mulher, vir aqui falar em direitos das mulheres porque, na verdade, o que vemos é a violação de nossos direitos pois, em muitos países, os DIREITOS DAS MULHERES AINDA NÃO FORAM RECONHECIDOS. Mulher, você nunca foi inferior, o problema é que somos ensinadas a pensar que somos inferiores para nos manipularem, para calarem a nossa voz e, em muitos casos, para fazer-nos escravas.

A violência contra a mulher ainda é um de nossos maiores agravantes, é preciso a criação de leis e de políticas mais severas para que os direitos da mulher sejam de fato reconhecidos. Sabemos que muitas marcas jamais poderão ser apagadas mas, nosso futuro, ele pode ser redesenhado. Então, não se acanhe, comece a reescrever sua vida, nem que seja para começar do zero, sempre é tempo de sonhar com um novo amanhã...

Segue uma poesia que eu mesma fiz em homenagem a você:

 

 

Mulher

 

Mulher, liberte-se de

Suas amarras, não se

Deixe abater, o

Amanhã vai chegar, é

Preciso crer.

 

Dê valor a você,

Só tu és capaz de

Dar a vida,

Tu és luz, benção divina.

 

Mulher, forte guerreira,

Tanto se falou sobre

Heróis e deuses, não

Deixe calar sua voz

Nobre menina.

 

Levante sua voz,

Não seja tímida, grite

Bem alto linda

Menina.

 

Desimporte-se com

A opinião alheia,

Sua beleza é mais

Interna pequena sereia.

 

Talvez nunca

Escutem teus choros,

Teus risos, muita coisa

Se passa despercebido.

 

Reclame, grite, cante

E faça com que o

Seu gigante

Levante

 

Não se deixe por

Nada abater, você

É forte, é preciso crer.

 

Lute por seus direitos,

É preciso um novo

Amanhã fazer nascer.

 

Mulher, ah mulher,

Tu és digna do canto

Do mais nobre poeta,

Tu és diva.

 

Mulher, ah mulher,

Espero que estas

Poucas linhas te

Sirvam para fazê-la

Acreditar em um novo

Amanhecer.

 

Ah, mulher...

Não deixe que

Roubem teus sonhos,

Teus sorrisos, tua vida.

 

Lute, faça a

Diferença, só

Você é capaz

De fazer isso

Por você, luz

Divina.

 

Liberte-se de

Suas amarras,

Desprenda-se

De tudo que

Impeça-te de viver.

 

Mulher...

 

Andréia Franco

Alta Comissária Direitos Humanos WPO

Colunista Social ABCS

Academia Brasileira dos Colunistas Sociais.

Aparecida de Goiânia-GO, 07/03/2015.