Man know yourself, others and what surrounds you, then make your decisions wisely.

E-mail Imprimir

AntonioRoque

Man know yourself, others and what surrounds you, then make your decisions wisely.

In this new global stage and in the face of a major geopolitical shift in the nature of economical power from West to East, there is a global need to restore trust between states and their communities in order to provide a strong alliance of global governance and to sustain reform and take collective action. Global Unity for common goals is the superlative form of superior civilization, the next step of high achievement of universal reality. However, the need to ensure legitimacy may run the risk of inaction and there has to be a readiness to lead.

 

Each country of this world should know the cultures of all the other countries; this creates understanding and with understanding will come trust and sympathy. And this happens also in personal life, fear, envy, and conceit can be prevented only by intimate contact with other minds.

When we are born, the psychology of a child is naturally positive, not negative. So many human beings are negative because they were so trained. In the absence of wrong teaching, the mind of the normal child moves positively, in the emergence of religious consciousness, toward moral righteousness and social ministry, rather than negatively, there are still many points to be addressed in the educational side of society, to allow us to evolve into this natural positive development.

If people do wrong things, it doesn’t mean that they are not good, they are directly and indirectly coming universally of goodness, beauty and truth, they where just caught in the complexity of evolutionary experimental paths, and the difficulties they all represent and in disease that can influence sane decisions. It requires faith and a great and noble character, having started out wrong, to turn about and go right. All too often one's own mind tends to justify continuance in the path of error when once it is entered upon. There is still time and the way is open, the universal hand of this goodness, beauty and truth is extended to you...

In all the problems of this world there is an equivalent opportunity, are we searching for this opportunities?

To all the different cultures, to all the people in this world, there are many points that we all have in common and that unite us, in diplomacy, in trade, in religion, in personality, in play and joy, in development, in knowledge, in family (human or divine) and it is by our universal duty to search for this points, because with human beings and divinity everything is evolutionarily already in common in eternity…

Homen conhece-te a ti proprio, aos outros e o ambiente que te rodeia, so depois faz as tuas decisoes com sabedoria.

Nesta nova fase global e em face de uma grande mudança geopolítica na natureza do poder econômico do Ocidente para o Oriente, há uma necessidade global para restaurar a confiança entre os estados e suas comunidades, a fim de fornecer uma forte aliança de governança global e sustentar a reforma e acção colectiva. Unidade Global de objetivos comuns é a forma superlativa de civilização superior, o próximo passo das grandes realizações da realidade universal. No entanto, a necessidade de garantir a legitimidade pode correr o risco da inacção e tem que haver uma disponibilidade para liderar.

Cada país do mundo deve conhecer as culturas de todos os outros países, o que cria compreensão e com a compreensão virá a confiança e simpatia. E isso acontece também na vida pessoal, medo, inveja e vaidade pode ser evitada apenas pelo contato íntimo com outras mentes.

Quando nascemos, a psicologia de uma criança é naturalmente positiva, não negativa. Assim, muitos seres humanos são negativos porque eles sao assim treinados. Na ausência de ensinamentos errôneos, a mente da criança normal move-se positivamente, na emergência da consciência religiosa, na direção da retidão moral e ministério social, ao invés de negativa, ainda há muitos pontos a serem abordados no lado educacional da sociedade, para nos permitir evoluir para esse desenvolvimento natural positivo.

Se as pessoas fazem coisas erradas, isso não significa que eles não são bons, eles estão diretamente e indiretamente vindos universalmente de beleza, bondade e verdade, eles apenas foram apanhados pela complexidade de caminhos evolutivos experimentais, e as dificuldades que todos eles representam e, em doença que pode influenciar as decisões sensatas. E preciso fé e um caracter grande e nobre, tendo começado errado, para voltar e ir para o caminho certo. Tudo demasiado frequentemente de sua própria mente tende a justificar a continuidade no caminho do erro, uma vez que tenha entrado nele. Ainda há tempo e o caminho está aberto, a mão universal desta bondade, beleza e verdade está estendida para você ...

Em todos os problemas deste mundo, há uma oportunidade equivalente, estamos procurando esta oportunidade?

Para todas as diferentes culturas, a todas as pessoas neste mundo, há muitos pontos que todos nós temos em comum e que nos unem, na diplomacia, no comércio, na religião, na personalidade, nas brincadeiras e alegria, em desenvolvimento, em conhecimento, na família (humana ou divina), e é nosso dever universal procurar estes pontos, porque com os seres humanos e divindade tudo é evolutivamente já em comum na eternidade ...

Antonio Roque Londres.

 

 

*******************************************************************************************************************************

The family in The New Good World Order And The Triumph of Mankind

As are the families of the race or nation, so is its society. If the families are good, the society is likewise good.

The family is the fundamental unit of fraternity in which parents and children learn those lessons of patience, altruism, tolerance, and forbearance which are so essential to the realization of the brotherhood among all men.

The ideals of marriage have made great progress in recent times; among some peoples woman enjoys practically equal rights with her consort. In concept, at least, the family is becoming a loyal partnership for rearing offspring, accompanied by sexual fidelity. Marriage is not just an individualistic ideal; it is the evolving social partnership of a man and a woman, existing and functioning under the current mores, restricted by the taboos, and enforced by the laws and regulations of society of the respective current time.

Twentieth-century marriages stand high in comparison with those of past ages, notwithstanding that the home institution is now undergoing a serious testing because of the problems so suddenly thrust upon the social organization

The higher the civilization, the greater the joy of parents in the children's advancement and success; Modern problems of child culture are increasingly difficult by:

1. Artificial and superficial education.

2. Inability of the child to gain culture by imitating parents — the parents are absent from the

family picture so much of the time.

Civilization regards the parents as assuming all duties, the child as having all the rights.

Respect of the child for his parents arises, not in knowledge of the obligation implied in parental

procreation, but naturally grows as a result of the care, training, and affection which are lovingly

displayed in assisting the child to win the battle of life. The true parent is engaged in a continuous

service-ministry which the wise child comes to recognize and appreciate.

In the present industrial and urban era the marriage institution is evolving along new economic lines. Family life has become more and more costly, while children, who used to be an asset, have become economic liabilities. But the security of civilization itself still rests on the growing willingness of one generation to invest in the welfare of the next and future generations. And any attempt to shift parental responsibility to state or church will prove suicidal to the welfare and advancement of civilization.

Human society would be greatly improved if the civilized races would more generally return to the family-council. By brotherly and associative, freely and frankly discussing every proposal and regulation of a family nature.In an ideal family filial and parental affection are both augmented by fraternal devotion.

Let man enjoy himself; let the human race find pleasure in a thousand and one ways; let

evolutionary mankind explore all forms of legitimate self-gratification, the fruits of the long upward

biologic struggle. Man has well earned some of his present-day joys and pleasures. But look you well to the goal of destiny! Pleasures are indeed suicidal if they succeed in destroying property, which has become the institution of self-maintenance; and self-gratifications have indeed cost a fatal price if they bring about the collapse of marriage, the decadence of family life, and the destruction of the home — man's supreme evolutionary acquirement and civilization's only hope of survival.

But even more, a true family — a good family — reveals to the parental procreators the attitude of the Creator to his children, while at the same time such true parents portray to their children the first of a long series of ascending disclosures of the love of the Paradise parent of all universe children, the Universal loving Father.

The new role of religion, the teaching that parental experience is essential, the idea of procreating cosmic citizens, the enlarged understanding of the privilege of procreation, bringing the sons to the Universal Father, in a happy and loving Universal family.

A família na Nova Boa Ordem Mundial e o Triunfo da Humanidade

Como são as famílias da raça ou nação, assim é a sociedade. Se as famílias são boas, a sociedade é igualmente boa.

A família é a unidade fundamental da fraternidade em que os pais e os filhos aprendem as lições da paciência, do altruísmo, tolerância, paciência e que são tão essenciais para a realização da fraternidade entre todos os homens.

Os ideais de casamento têm feito grandes progressos nos últimos tempos, entre alguns povos a mulher tem direitos praticamente iguais com seu consorte. Em conceito, pelo menos, a família está a tornando-se uma parceria leal para os filhos, acompanhada pela fidelidade sexual. O casamento não é apenas um ideal individualista, é a parceria social em evolução de um homem e uma mulher, existindo e funcionando sob os costumes atuais, restringida por tabus, e executada pelas leis e regulamentos da sociedade da época respectiva em curso.

No século XX, os casamentos estão mais evoluidos em comparação com os de épocas passadas, apesar da instituição de origem agora está a passar por um teste sério por causa dos problemas subitos sobre a organização social .

Quanto mais elevada a civilização, maior a alegria dos pais na promoção do sucesso das crianças ; os problemas modernos da cultura infantil são cada vez mais difíceis por:

1. Educação artificial e superficial.

2. Incapacidade da criança para ganhar cultura imitando os pais - os pais estão ausentes do

foto de família tão grande parte do tempo.

A Civilização respeita os pais como assumindo todos os deveres, a criança como tendo todos os direitos. Respeito da criança para seus pais surge, não no conhecimento da obrigação implícita na procriação parental, mas cresce naturalmente como resultado do cuidado, treino e carinho que são amorosamente exibidos em ajudar a criança a vencer a batalha da vida. O verdadeiro pai está envolvido num contínuo serviço de ministério, que a criança sábia trata de reconhecer e apreciar.

Na era atual, industrial e urbana, a instituição do casamento está a evoluir ao longo de novas linhas economicas. A vida familiar tornou-se mais e mais cara, enquanto que as crianças, que costumavam ser um trunfo, tornaram-se passivos economicos. Mas a segurança da própria civilização ainda repousa sobre a vontade crescente de uma geração para investir no bem-estar das próximas gerações e do futuro. E qualquer tentativa de transferir a responsabilidade parental para o estado ou a igreja irá revelar-se suicida para o bem-estar e progresso da civilização.

A sociedade humana seria muito melhor se a civilização retorna-se para o conselho de família. De forma fraternal e associativa, livre e franca discutir cada proposta e regulação da natureza de uma família.Numa família ideal o afecto filial e parental são ambos aumentados pela devoção fraterna.

Que o homem diverta-se, que deixe-se a raça humana encontrar prazer de mil e uma maneiras, que deixe-se a humanidade evolucionária explorar todas as formas de legítima auto-gratificação, os frutos do tempo de uma luta biológica evolucionaria. O homem merece algumas das suas atuais alegrias e prazeres. Mas que olhe bem para a meta do destino! Os prazeres podem ser realmente suicidas se conseguirem destruir a propriedade, que se tornou a instituição de auto-manutenção e auto-gratificação, de facto pode custar um preço fatal se provocar o colapso do casamento, a decadência da vida familiar, e a destruição da casa – a aquisição suprema do homem evolucionário e a unica esperança da sobrevivência da civilização.

Mas, ainda mais, uma verdadeira família - uma boa família - revela aos pais procriadores a atitude do Criador para com seus filhos, enquanto que ao mesmo tempo, tais pais verdadeiros retratam a seus filhos a primeiro de uma longa série de revelações ascendentes do amor do Pai no Paraíso, o Pai de todos os filhos do universo, o amor do Pai Universal.

O novo papel da religião, o ensino da experiência dos pais é essencial, a idéia de procriar cidadãos cósmicos, a compreensão ampliada do privilégio da procriação, traz os filhos ao Pai Universal, numa família Universal feliz e em amor.

 

*********************************

 

Women and Children and the family value as society solution for social coherence.

Almost everything of lasting value in civilization has its roots in the family. The family is the first successful peace group, the first human institution, the man and woman learning how to adjust their antagonisms while at the same time teaching the pursuits of peace to their children. The function of marriage in evolution is the insurance of race survival, not merely the realization of personal happiness; self-maintenance and self-perpetuation are the real objects of the home.

The arts of civilization can continue to increase the pleasures of marriage and the satisfactions of family life. Family life is the promoter of true morality, the ancestor of the consciousness of loyalty to duty. The enforced associations of family life stabilize personality and stimulate its growth through the compulsion of necessary adjustment to other and diverse personalities.

Real families are built upon tolerance, patience, and forgiveness and in this real world human family that we live in, the base is the same.

Property accumulation is becoming an instrument for augmenting all forms of self-gratification, while marriage is often viewed only as a means of pleasure. And this overindulgence, this widely spread pleasure mania, now constitutes the greatest threat that has ever been leveled at the social evolutionary institution of family life, the home.

It is the structure of the family that provides the good social coherence and development. The fundamental anchor of family is the woman, although that father is also important, in several countries women that receive education would present a higher probability for their kids to grow healthier and to survive.

The present state of women and children worldwide, in terms of their access to security, health care, nutrition, and education can not be ignored. Investment in women and children would ensure that the family structure remains intact and future generations are brought up in a balanced, healthy and secure environment.

Families, groups, nations, races are relationships of association which possess individuality; and therefore does every member of any such group, large or small, reap the benefits and suffer the consequences of the rightdoing and the wrongdoing of all other members of the group concerned. And that is what is happening in the world, anger and violence are around us in domestic abuse, hate crimes and of course in our media, slavery is still alive and well in new forms of human trafficking, often involving women and children. Children are also in some areas of the globe used as soldiers and in hard work for business.

And the influences, to women and children, of war, slavery, poverty, excessive drinking, gambling and the drugs, create deep problems associated to children by a non solid family structure, like the rooted evils of child poverty; extremism; the cult of celebrity; poor spirit development, conformism, the vulgarization of society; social inertia; greed; judgementalism and poor environmental awarness.

If we in this world want to have something done it needs to be done now, and what has been done until now needs to be amplified and intelligently directed now.

Different types of investment in women and children are clearly a human need, which can contribute to differentiate to a secure peaceful future of social human evolution.

Mulheres e Crianças e o valor da família como solução na sociedade para a coesão social

Quase tudo de valor duradouro na civilização tem as suas raízes na família. A família é o primeiro grupo pacífico de sucesso, a primeira instituição humana, o homem e a mulher aprendendo a ajustar os seus antagonismos e, ao mesmo tempo ensinando a busca da paz para seus filhos. A função do casamento na evolução é o seguro de sobrevivência da raça e não apenas a realização da felicidade pessoal, auto-manutenção e auto-perpetuação são os objectos reais do lar.

As artes da civilização podem continuar a aumentar os prazeres do casamento e as satisfações da vida familiar. A vida familiar é o promotor da verdadeira moralidade, o ancestral da consciência da lealdade ao dever. As associações forçadas de vida familiar estabilizam a personalidade e estimulam o seu crescimento através da compulsão de ajuste necessário para outras personalidades diversificadas.

Famílias reais são construídas sobre a tolerância, paciência e perdão e nesta família humana do mundo real em que vivemos, a base é a mesma.

Acumulação de propriedade está a tornar-se um instrumento para aumentar todas as formas de auto-gratificação, enquanto o casamento é muitas vezes visto apenas como um meio de prazer. E este excesso, essa mania de prazer amplamente disseminada, constitui agora a maior ameaça que já foi dirigida à instituição social evolutiva da vida familiar, o lar.

É a estrutura da família que fornece a coerência do bem social e desenvolvimento. A âncora fundamental da família é a mulher, apesar de que o pai também é importante, em vários países as mulheres que recebem a educação apresentam uma maior probabilidade de seus filhos crescer saudáveis e de sobreviver.

O estado actual das mulheres e crianças em todo o mundo, em termos de acesso à segurança, saúde, nutrição e educação não podem ser ignorados. Investimento em mulheres e crianças irão garantir que a estrutura da família permanece intacta e as futuras gerações são educadas num ambiente equilibrado, saudável e seguro.

Famílias, grupos, nações e raças são relações de associação que possuem individualidade, e, por isso, cada membro de qualquer grupo, pequeno ou grande, colhe os benefícios e sofre as conseqüências das acções e transgressões de todos os outros membros do grupo em questão . E é isso que está acontecendo no mundo, a raiva e a violência são em torno de nós em violência doméstica, crimes de ódio e, claro, em nossos meios de comunicação social, a escravidão ainda está viva e bem em novas formas de tráfico de seres humanos, muitas vezes envolvendo mulheres e crianças. As crianças também estão em algumas áreas do globo usadas como soldados e no trabalho duro para os negócios.

E as influências, para mulheres e crianças, de guerra, a escravidão, bebidas alcoolicas excessivas, jogos de azar e as drogas, criam problemas profundos associados às crianças por uma estrutura familiar não sólida, como os males enrraizados de pobreza infantil; o extremismo, o culto da celebridade, o desenvolvimento espírital pobre, o conformismo, a vulgarização da sociedade; inércia social; ganância;opinionismo e pobre contribuição ambiental.

Se nós neste mundo querem ter alguma coisa feita, ela precisa de ser feito agora, e o que tem sido feito até agora precisa ser ampliado e inteligentemente dirigido agora.

Diferentes tipos de investimento em mulheres e crianças são claramente uma necessidade humana, que pode contribuir para diferenciar um futuro seguro e pacífica da evolução social humana.

 

Última atualização em Qui, 16 de Agosto de 2012 13:15
Você esta em: Embaixadores da Paz Man know yourself, others and what surrounds you, then make your decisions wisely.